29/10/2011

Barca Bela, de Almeida Garrett


(Imagem:net)

Pescador da barca bela,
Onde vais pescar com ela.
Que é tão bela,
Oh pescador?

Não vês que a última estrela
No céu nublado se vela?
Colhe a vela,
Oh pescador!

Deita o lanço com cautela,
Que a sereia canta bela...
Mas cautela,
Oh pescador!

Não se enrede a rede nela,
Que perdido é remo e vela
Só de vê-la,
Oh pescador.

Pescador da barca bela,
Inda é tempo, foge dela
Foge dela
Oh pescador!

Não fujas dela, ó pescador!

Almeida Garrett

Bom fim de semana,
Rosa dourada

8 comentários:

Maria disse...

É tão linda a Barca bela...

Bom fim-de-semana e beijo.

Sonhadora disse...

Minha querida

Voltei no tempo...senti-me menina outra vez...tive laços nos meus cabelos a ler este poema intemporal.

Um beijinho
Sonhadora

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá Maria,

Deixemo-nos navegar na Barca Bela!

Beijo,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá Sonhadora,

A vida é uma constante renovação!
Desfrutemos:)

Beijo,

gaivota disse...

ma ra vi lha!! este poema tráz sempre muitqa saudade...dito e/ou canatado... é mar!
beijinhos

Anónimo disse...

Já tinha saudades, nossa rosa :-) ss

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá gaivota,

É mar, e um clássico...!

Beijo p ti:)))

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá ss,

Agora foi possivel...
Espero continuar...

Beijo e sucesso académico:)