02/10/2007

Outono



(Imagens da net)



Outonal

Caem as folhas mortas sobre o lago!
Na penumbra outonal, não sei quem tece
As rendas do silêncio... Olha, anoitece!
-Brumas longínquas do País Vago...

Veludos a ondear... Mistério mago...
Encantamento... A hora que não esquece,
A luz que a pouco e pouco desfalece,
Que lança em mim a bênção dum afago...

Outono dos crepúsculos doirados,
De púrpuras, damascos e brocados!
-Vestes a Terra inteira de esplendor!

Outono das tardinhas silenciosas,
Das magníficas noites voluptuosas,
Em que soluço a delirar de amor...

Poema de Florbela Espanca


Rosa dourada

40 comentários:

Pitanga disse...

Ninguém descreveria o Outono, ou qualquer outra estação como Florbela Espanca. Esta é, sem dúvida, a estação mais charmosa, mais sensual.

beijos de bom dia. (para mim ainda são oito e trinta da manhã)

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá pitanga,

Florbela é única na forma de cantar o amor e os estados da alma!

Beijinhos para ti,
(por cá 12,45-hora de almoço)

GarçaReal disse...

Espanca ...Sempre absorvente.

Outono...Estação que me deprime.


Bjgrande

suruka disse...

Lindo
excelente escolha.

Tempo houve em que o OUTONO
me trazia alegria. Agora pelo contrário me traz tristeza.

bjs

Um Momento disse...

E a Florbela ...
Como sentia ela o que escrevia
Talvez demais , se é que se pode dizer tal
Linda a tua escolha, belo o sentir
Deixo um beijo sorridente neste dia de chuva imensa, que eu adoro:))
Noite sereninha desejo
:o))

(*)

Fernanda e Poemas disse...

Rosa Dourada, linda postagem.
Tudo está bonito neste blogue!
muitos beijinhos!
Fernandinha

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá garça real,

Verdade, ela é intensa !

Eu gosto do Outono, só não gosto dos dias pequenos...


Beijinhos,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá suruka,

Obrigada.

Depende como o encaras !

Beijinho,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá um momento,

Ela sentia algo com todas as forças, e exprimia em poesia !

Obrigada :)

Por cá, o tempo ficou melhor, e até apareceu o sol durante a tarde !

Deixo-te um beijinho grande e tudo a correr bem ...com chuva ou sol

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá fernanda e poemas,


Obrigada, és tu que vês a beleza à tua volta.


Beijinho,

Papoila disse...

Bonito poema de Espanca.
Eu gosto do Romantismo dos tons do Outono.

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá papoila,

Os tons da natureza próprios desta época, são únicos !


Beijinho,

MIMO-TE disse...

Excelente escolha, tão branda não é? beleza sublime.

Obrigada
Mimo-te

Entre linhas... disse...

Os tons da Natureza muito próprios de Espanca.
Bjs Zita

kakauzinha disse...

Adoro a Florbela, sublime, prende-nos sempre, todos os grandes adjectivos se aplicam a esta Mulher.

E embora sinta sempre tristeza pela partida do meu querido e amado Verão, gosto muito das cores outonais, sobretudo das tardes mais frescas mas ainda solarengas.

A chuva, pois, necessária e não se pode reclamar porque sem água não há vida. Ontem já tive a grata surpresa de apanhar com ela bem no alto da tola, com o resultado prático de ficar com a trunfa num estado assustador, eheheh!

Beijocas******:)))))

Alice Matos disse...

Florbela Espanca é sempre apaixonante... e o Outono uma óptima musa...

Beijos ... e um Outono resplandecente para ti...

Um Momento disse...

Sorrindo passo,abraço uma Rosinha, sopro um beijo e desejo uma noite sereninha:)))

(*)
PS:Estou a melhorar a olhos vistos, espero de coração que estejas bem :)))

Beijo muito , muito agradecido

Fernanda e Poemas disse...

Passei para deixar um beijinho de boa noite,
Fernandinha

GarçaReal disse...

Sempre Florbela.

Belo.


bjgrande

poetaeusou . . . disse...

*
Horas mortas...
Curvada aos pés do Monte
A planície é um brasido e, torturadas,
As árvores sangrentas, revoltadas,
Gritam a Deus a benção duma fonte!
E quando, manhã alta, o sol posponte
A oiro a giesta, a arder, pelas estradas,
Esfíngicas, recortam desgrenhadas
Os trágicos perfis no horizonte!
Árvores! Corações, almas que choram,
Almas iguais à minha, almas que imploram
Em vão remédio para tanta mágoa!
Árvores! Não choreis! Olhai e vede:
--- Também ando a gritar, morta de sede,
Pedindo a Deus a minha gota de água!
*
in) Florbela Espanca
*
xi
*

elsa nyny disse...

Adoro o Outonoooo!

Deixo um apelo:

O Carlos Miguel tem apenas 4 meses e está a lutar pela vida, precisa de um transplante de medula óssea, que todos os que puderem ajudar que ajudem, é urgente!
http://eu-estou-aki.blogspot.com
beijinhos

Professorinha disse...

O Outono para mim é a estação mais bonita que existe. Não sou muito de verão... Gosto dos tons castanhos e vermelhos das folhas... É tão lindo...

Beijos

Palavras ao vento disse...

Um bonito soneto de Florbela em que se inspira na estação que estamos a atravessar...

Este Mês ( Outubro)... para mim tem um significado muito doloroso... digamos que é o mês, que eu preferia arrancar do calendário!

Bom fim de semana minha querida Rosa Dourada...

Beijinhos mil da

Maria

MIMO-TE disse...

Por favor vai ao meu blog, tenho um presentinho para ti.

muitos mimos

Alice Matos disse...

Quando puderes passa pelo Detalhes.
Tenho um carinho para ti...

Beijos...

Maria disse...

Florbela e os seus sonetos.... imortal.

Bom domingo, rosa dourada

Beijinhos

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá mimo-te,


É suave, é Outono !

Beijinho para ti,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá entre-linhas,

Florbela Espanca e a natureza !

Zita,
Para ti, um grande beijinho,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá kakauzinha,


Também adoro os poemas de Florbela.

O Outono, traz consigo tons únicos para a natureza.

Beijinho para ti,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá alice matos,

E Florbela sempre apaixonada, e o Outono sempre inspirador,

Obrigada, eu gosto de todas as épocas, gosto muito observar a natureza nas diferentes estações.

Beijinho,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá um momento,

Agradeço o abraço, adorei a rosa e te envio um soriso.

Gosto de saber que te recuperas bem!
Eu acabei de voltar de fim-de-semana alargado.

Com carinho te deixo um beijinho,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá fernanda e poemas,

Obrigada pelo beijinho que retribuo com amizade,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá garça real,


Poetisa eleita,

Beijinho para ti

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá poetaeusou,

Obrigada pelo doce poema :)



Deixo-te um beijo e um poema,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá elsa nyny,

Obrigada,

Irei visitar-te,

Beijinho,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá professorinha,

As cores do Outono, e os dourados...


Beijinho outonal,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá palavras ao vento,

Querida Maria,
Oxalá que o tempo e a vida te ajudem a amaciar essa ferida profunda.
Do coração te desejo, que aos poucos tudo possa suavizar, e que voltes a olhar serenamente em frente.


Um beijo te deixo, com amizade e ternura,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá mimo-te,

Obrigada.

Irei visitar-te,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá alice matos,

Obrigada.

Irei assim que puder.

Beijo,

rosa dourada/ondina azul disse...

Olá maria,

Florbela !

Beijinho e boa semana,